GPO ( Grupo de Profissionais Oracle )
A maior comunidade Oracle do Brasil !

Instalação Mínima do Linux para o Oracle

Menos é melhor.

Uma instalação mínima é uma instalação feita apenas com os pacotes absolutamente necessários instalados, e apenas com os serviços necessários ativados.
Desta forma, menos recursos do sistema são utilizados, tanto CPU e memória, e também um pouco menos de espaço em disco. O boot também será mais rápido.
Mas o mais importante é que, quanto menos serviços habilitados, menos portas abertas, e menos possibilidades de invasão.
Quanto menos código em execução, menor é a possibilidade de invasão por um ataque do tipo Buffer Overflow.
Quanto menos pacotes instalados, menores serão as atualizações do sistema, portanto, menores são possibilidades de um pacote novo com bugs comprometer o sistema.

O Red Hat Enterprise Linux 4, Oracle Enterprise Linux 4, e CentOS 4, vêm com a opção de pacotes MINIMAL, na tela de seleção de pacotes aserem instalados.
O Red Hat Enterprise Linux 5, Oracle Enterprise Linux 5, e CentOS 5 não tem esta opção. Ao invés disto, você precisa selecionar o CUSTOMIZE, e então, deselecionar tudo e deixar apenas a opção BASE SYSTEM\BASE.

A Oracle, através da Nota 728346 do Metalink, que trata da instalação mínima no Linux, disponiliza um pacote rpm dummy, que não instala nada, mas verifica quais pacotes estão faltando para a instalação do Orcle RDBMS.

Mas já verifiquei esta Nota e os pacotes necessários para você, então, seguem os comandos para a instalação básica do RHEL / OEL / CentOS 4.

Após a instalação, basta adicionar os pacotes obrigatórios para o Oracle RDBMS, que não vêm na instalação mínima do Linux.
Seu sistema deve ter acesso a Internet, e ao repositório de rpms do fabricante.

# yum update
# yum install compat-db compat-libstdc++ control-center elfutils-libelf-devel gcc gcc-c++ glibc-devel glibc-headers glibc-kernheaders gnome-libs libaio libaio-devel libstdc++ sysstat unixODBC unixODBC-devel xorg-x11-deprecated-libs xorg-x11-tools screensaver

Agora, desabilitar os serviços desnessários para o Oracle:

# chkconfig autofs off
# chkconfig cups off
# chkconfig gpm off
# chkconfig isdn off
# chkconfig netfs off
# chkconfig nfslock off
# chkconfig pcmcia off
# chkconfig postmap off
# chkconfig rhnsd off
# chkconfig rpcgssd off
# chkconfig rpcidmapd off
# chkconfig sendmail off

Como esta instalação é mínima, não é instalado o ambiente gráfico. Mas você não precisa dele, não é? 😉

Share

You may also like...

7 Responses

  1. Ricardo,

    Maravilha de post! Nada melhor que a simplicidade na instalação do Oracle no linux, tornando a administração mais fácil. Realmente somente o necessário, e deixar o Linux no Run Level 3. Gráficos para quê!

    Se for macho mesmo, até a instalação dos bínários pode ser feito na UNHA, com um arquivo de response e as variáveis que precisa! Gráfico somente no windows para jogar e ler notícias da internet! rs.

    Abraços,

    Rodrigo Almeida

  2. Ricardo Portilho Proni disse:

    Saraiva, é possível sim, e até fácil !
    Colocarei no próximo post.

  3. Ricardo Portilho Proni disse:

    Pois é Rodrigo, não foi uma vez que vi um servidor Linux + Oracle onde um processo do X (gnome, firefox, etc.) estava comendo 100% de uma CPU.
    Fora que se você instalar o ambiente gráfico, é obrigado a instalar quase 1GB de dependências para isso.
    Lindo é um Linux com

  4. […] texto tem duas vantagens: pode ser feita em um ambiente mínimo e mais seguro (conforme explicado aqui), e é muito mais […]

  5. […] texto tem duas vantagens: pode ser feita em um ambiente mínimo e mais seguro (conforme explicado aqui), e é muito mais […]

  6. Paulo Henrique disse:

    Olá, Portilho!
    Como é meu primeiro comentário, quero deixar meus parabéns pelo Blog! Dividir suas experiências e conhecimentos nos ajuda bastante!

    Quero só contribuir com uma observação. Fui procurar no Metalink a nota à qual você se referiu e não encontrei pesquisando somente o número “728346”.

    Caso alguém queria ver essa nota, como eu quis, vai achar mais rápido se procurar por “728346.1”. A nota está sob o título “Linux OS Installation with Reduced Set of Packages for Running Oracle Database Server [ID 728346.1]”.

    Abraço!

  7. Oi Paulo, tudo bem?
    Tem razão, o Novo MetalInk não encontra a Nota se não colocar o .1 no final. Vai ententer…

    Obrigado pelo comentário!
    Abraço !

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.