GPO ( Grupo de Profissionais Oracle )
A maior comunidade Oracle do Brasil !

Oracle ASM 11gR2 – Gerenciando todos os tipos de dados

O ASM (Automatic Storage Management), trás, no Oracle 11gR2, características que ampliam suas funcionalidades para gerenciar todos os dados: Datafiles, Clusterware files, e arquivos em geral como binários, arquivos texto, logs e etc. Com isso espera-se que tenhamos ganhos na administração dos dados em geral, uma vez que não mais teremos a necessidade de um outro gerenciador de volumes.

Novas características do ASM 11gR2:

ASM Cluster File System (ACFS)
ASM Dynamic Volume Manager (ADVM)
Snapshot para file systems ACFS
Suporte à arquivos do CRS (OCR e Voting)
Aprimoramento das funcionalidades gerais
Melhoramentos de performance
O ASM (Automatic Storage Management), trás, no Oracle 11gR2, características que ampliam suas funcionalidades para gerenciar todos os dados: Datafiles, Clusterware files, e arquivos em geral como binários, arquivos texto, logs e etc. Com isso espera-se que tenhamos ganhos na administração dos dados em geral, uma vez que não mais teremos a necessidade de um outro gerenciador de volumes.

Novas características do ASM 11gR2:

ASM Cluster File System (ACFS)
ASM Dynamic Volume Manager (ADVM)
Snapshot para file systems ACFS
Suporte à arquivos do CRS (OCR e Voting)
Aprimoramento das funcionalidades gerais
Melhoramentos de performance

ACFS – ASM Cluster File System:

ASM Cluster File System é um gerenciador de volumes que é suportado por LINUX e WINDOWS, tanto para single-node, como para cluster-node. O ACFS pode ser gerenciado tanto por interfaces gráficas como por linha de comando. Um file system ACFS é criado sobre um ASM Dynamic Volume, e tem todos os benefícios das funcionalidades do ASM.
ACFS suporta armazenamento de grandes arquivos, podendo chegar a exabytes de armazenamento em plataformas de 64 bits. Suporta alocação variável de espaço, direct path I/O e sua arquitetura contribui para alta performance na leitura e na escrita dos dados. Para essa rápida localização dos dados ele utiliza metadados e journaling.
Um file system ACFS pode ser redimensionado a qualquer momento, faz a distribuição dos dados por todos os discos disponíveis, e pode ter as mesmas redundâncias de um ASM Disk Group convencional através dos espelhamentos do ASM.
ACFS pode ser gerenciado usando linha de comando (ASMCMD e ACFSUtil), Oracle Enterprise Manager, ASMCA (ASM Configuration Assistant) e por uma interface SQL. Um ACFS pode ser acessados remotamente por uma máquina cliente usando o padrão NAS, pelos protocolos NFS e CIFS. Em um ambiente sigle-node o ACFS é montado pelo Oracle restart mount registry (semelhante ao fstab do Linux), e em um ambiente de cluster, é montado pelo Oracle Grid Infrastructure cluster-wide mount registry.

Passos para criação de um file system ACFS:

$ ASMCMD volcreate –d DATADG –s 10G volume1 ;Criação do ‘volume1’

mkfs –f acfs –b 4k /dev/asm/volume1 ;Criação do acfs file system

mount –t acfs /dev/asm/volume1 /Oracle/myacfs ;Montando file system

acfsutil registry –a /dev/asm/volume1 /Oracle/myacfs ;Registrando

Para redimensionar o volume1

$ ASMCMD volresize DATADG volume1 –s 5G

O ASM irá redistribuir os dados automaticamente pelo processo de rebalanciamento.

ADVM – ASM Dynamic Volume Manager

O ADVM é o responsável pelo gerenciamento dos serviços e drivers de interface com o SO (ACFS, ext3, OCFS2, …). Um ASMDVM é criado com o atributo ‘asmvol’. O ACFS e o SO podem utilizar o ADVM como volume manager e assim tirar proveito das funcionalidade do ASM. O número de volumes em um disk group é ilimitado.

$ASMCMD volcreate –d DATADG –s 10G volume1

Exemplos de nome de volumes ADVM no SO:
Linux: /dev/asm/DATADG/volume1
Windows: asm_DATADG_volume1

O ADVM implementa o mesmo algoritmo de striping do ASM para proporcionar mais performance.

ACFS Snapshot

O snapshot do ACFS, é uma “imagem passada” de um file system ACFS. O snapshot ACFS utiliza a tecnologia Copy-On-Write (COW), semelhante a dos storages NAS, para manter uma imagem dos dados alterados em um determinado ponto no tempo. Você pode ter até 63 snapshot de um mesmo file system. Ele pode ser utilizado para realização de backup, e estão sempre online em mode read-only.

$ acfsutil snap create snap_myacfs /Oracle/myacfs

Na view V$ASM_ACFSSNAPSHOTS você pode verificar os snapshots de seu ambiente.

Suporte aos arquivos OCR e Voting no ASM

A partir do ASM 11gR2, o OCR (Oracle Cluter Registry) , o arquivo de Voting, e o SPFile do ASM, podem ser armazenados em um ASM Disk Group. Isso simplifica e automatiza a criação dos arquivos OCR e Voting e elimina a necessidade de partições separadas para estes arquivos.

São automaticamente criados 1, 3 ou 5 arquivos Voting, em uma área exclusiva do disco ASM, baseando-se no nível de redundância do DG; External/Normal/High respectivamente. Você também pode criar um “Quorum failure group” para os arquivos Voting (este Quorum FG pode ser utilizado para armazenar Datafiles simultaneamente). Se por algum motivo um dos arquivos Voting for perdido o ASM recria automaticamente, mantendo a redundância.

Outras novidades:

Com as novas ferramentas do ASM 11gR2 temos um melhor alinhamentos das tarefas de instalação e configuração com as responsabilidades dentro de uma organização, onde os administradores do SO podem fazer a instalação da infra-estrutura com o ASM e o Clusterware e os DBAs continuam responsáveis pela instalação e configuração do Oracle Database. (nos próximos posts falarei de sysdba e sysasm). Agora os Disk Groups podem ser renomeados.

Nova ferramenta de gráfica: ASMCA

Com o ASMCA temos uma ferramenta gráfica amigável para configuração e gerenciamento de ASM Disk Groups, ADVM e ACFS.

Expansão das funcionalidades do ASMCMD

Agora o ASMCMD teve incorporadas algumas funcionalidades que antes eram executadas somente por outras ferramentas.

No ASMCMD 11gR2 podemos:
– ASM Instance (Startup, shutdown, …)
– ASM Disk Group, Disk, Failure Group (Create, mount, add, drop, … )
– Gerenciar ASM Files
– Volumes ASM (create, resize, … )
– Templates (list, add, alter, drop, … )
– Gerenciamento de Grupos e Usuários (add user, change password, … )
– Atributos ASM (list, set)

Nos próximos posts, irei entrar em mais detalhes sobre as melhores práticas no uso do ASM tanto para Oracle RAC como Single-node.

Abraços a todos

Share

You may also like...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.