GPO ( Grupo de Profissionais Oracle )
A maior comunidade Oracle do Brasil !

Instalação do Oracle XE em RHEL 06

A instalação do Oracle Express em qualquer plataforma é uma das atividades mais simples de se executar, conforme elucidado pela Oracle e acredito que você também não terá dificuldade durante essa instalação. O Oracle Express é a versão gratuita dos bancos de dados Oracle, possui limitação de tamanho e, assim como todas as outras versões, possui alguns requisitos que devem ser atendidos para que a instalação possa ser continuada.
Sendo assim, segue abaixo uma exemplificação de instalação do Oracle Express Edition em um Red Hat Enterprise Linux 6 usando a documentação da Oracle.

— Dentre as exigências da Oracle estão:

  • 1.5 Gigabytes de espaço em disco;
  • 256 Mb no mínimo de RAM. Todavia, a recomendação da Oracle é de 512 Mb.
  • Os protolocos de redes recomendados são IPC, Named Pipes, SDP, TCP/IP e TCP/IP com SLL.
  • Alguns pacotes de instalação para o Linux. *
  • Sistemas Operacionais Red Hat Enterprise, Oracle Enterprise e SUSE Linux Enterprise; *
  • Checagem de alguns parâmetros de Kernel; *
  • Permissão de root no sistema operacional;
  • Espaço requirido de 2 GB ou o dobro da RAM para o espaço de swap. *

Com isso, segue a instalação:

— Logar no sistema operacional com o usuário root:

[brunors@]su -
password:

[root@]# whoami
root

— Verificação do sistema operacional através do comando “head -n1 /etc/issue” :

[root@]# head -n1 /etc/issue

Red Hat Enterprise Linux Workstation release 6.4

— Execução do arquivo *.rpm

[root@]# rpm -ivh oracle-xe-11.2.0-1.0.x86_64.rpm

Preparing... ########################################### [100%]
1:oracle-xe ########################################### [100%]
Executing post-install steps...
You must run '/etc/init.d/oracle-xe configure' as the root user to configure the database.

— Configuração do banco de dados ( Nesta opção será escolhido a senha para o usuário SYS e SYSTEM, que inicialmente devem receber as mesmas senhas, podendo ser alterada posteriormente. Além da escolha de número para a porta HTTP do Oracle Application Express e do Listener.)

[root@]# /etc/init.d/oracle-xe configure

Oracle Database 11g Express Edition Configuration
-------------------------------------------------
This will configure on-boot properties of Oracle Database 11g Express
Edition. The following questions will determine whether the database should
be starting upon system boot, the ports it will use, and the passwords that
will be used for database accounts. Press to accept the defaults.
Ctrl-C will abort.

Specify the HTTP port that will be used for Oracle Application Express [8080]:8080
Specify a port that will be used for the database listener [1521]:1521

Specify a password to be used for database accounts. Note that the same
password will be used for SYS and SYSTEM. Oracle recommends the use of
different passwords for each database account. This can be done after
initial configuration:
Confirm the password:

Do you want Oracle Database 11g Express Edition to be started on boot (y/n) [y]:n

Starting Oracle Net Listener...Done
Configuring database...

Done
Starting Oracle Database 11g Express Edition instance...Done
Installation completed successfully.

— Neste estágio, se inicia a configuração das variáveis de ambiente do banco de dados. Com isso, vá para o diretório /u01/app/oracle/product/11.2.0/xe/bin :

[root@]# cd /u01/app/oracle/product/11.2.0/xe/bin
[root@]# pwd
/u01/app/oracle/product/11.2.0/xe/bin

— Posteriormente, atráves do comando “ps -p $$” ou “echo $0” execute o comando apropriado, de acordo com a documentação, o script de acordo com o tipo de shell do seu sistema operacional. No caso apresentado, o shell é o
Bash e, reitera-se, que não há necessidade de se executar os seguintes comando com o usuário root. Todavia, recomenda-se a execução com o usuário Oracle. Sendo assim, segue a representação:

[root@]$ ps -p $
PID TTY TIME CMD
22743 pts/0 00:00:00 bash
[root@]$ echo $0
/bin/bash

[root@]$ . ./oracle_env.sh

— Além disso, há a possibilidade de alterar as variáveis de ambiente para um determinado profile de acordo com o tipo de shell:

[root@]$ . /u01/app/oracle/product/11.2.0/xe/bin/oracle_env.sh

— Após as configurações das variáveis, faz-se o teste de conexão com o banco de dados e no prompt do Sqlplus execute o comando “EXEC DBMS_XDB.SETLISTENERLOCALACCESS(FALSE);” . Detalhe: user Oracle.

[root@bin]$ sqlplus system

SQL*Plus: Release 11.2.0.2.0 Production on Fri Dec 27 15:08:53 2013
Copyright (c) 1982, 2011, Oracle. All rights reserved.

Enter password:

Connected to:
Oracle Database 11g Express Edition Release 11.2.0.2.0 - 64bit Production

SQL> EXEC DBMS_XDB.SETLISTENERLOCALACCESS(FALSE);

PL/SQL procedure successfully completed.

SQL> select instance_name, status from v$instance;

INSTANCE_NAME STATUS
---------------- ------------
XE OPEN

SQL> exit

— Verificando o status do listener “lsnrctl status” ou simplesmente “lsnrctl” e, posteriormente, status:

LSNRCTL> status
Connecting to (DESCRIPTION=(ADDRESS=(PROTOCOL=IPC)(KEY=EXTPROC_FOR_XE)))
STATUS of the LISTENER
------------------------
Alias LISTENER
Version TNSLSNR for Linux: Version 11.2.0.2.0 - Production
Start Date 27-DEC-2013 14:50:53
Uptime 0 days 0 hr. 20 min. 22 sec
Trace Level off
Security ON: Local OS Authentication
SNMP OFF
Default Service XE
Listener Parameter File /u01/app/oracle/product/11.2.0/xe/network/admin/listener.ora
Listener Log File /u01/app/oracle/diag/tnslsnr/hostbrunors/listener/alert/log.xml
Listening Endpoints Summary...
(DESCRIPTION=(ADDRESS=(PROTOCOL=ipc)(KEY=EXTPROC_FOR_XE)))
(DESCRIPTION=(ADDRESS=(PROTOCOL=tcp)(HOST=HOSTBRUNORS)(PORT=1521)))
(DESCRIPTION=(ADDRESS=(PROTOCOL=tcp)(HOST=HOSTBRUNORS)(PORT=8080))(Presentation=HTTP)
Services Summary...
Service "PLSExtProc" has 1 instance(s).
Instance "PLSExtProc", status UNKNOWN, has 1 handler(s) for this service...
Service "XE" has 1 instance(s).
Instance "XE", status READY, has 1 handler(s) for this service...
Service "XEXDB" has 1 instance(s).
Instance "XE", status READY, has 1 handler(s) for this service...
The command completed successfully

— Por fim, caso deseje desinstalar o banco de dados, basta executar o comando “rpm -e oracle-xe”. Assim, segue abaixo a representação da desinstalação do banco de dados em questão, e as evidëncias que o mesmo não está mais presente no ambiente:

[root@bin]# rpm -e oracle-xe
[root@bin]# sqlplus "/as sysdba"
bash: /u01/app/oracle/product/11.2.0/xe/bin/sqlplus: No such file or directory
[root@bin]# lsnrctl
bash: /u01/app/oracle/product/11.2.0/xe/bin/lsnrctl: No such file or directory
[root@bin]# lsnrctl status
bash: /u01/app/oracle/product/11.2.0/xe/bin/lsnrctl: No such file or directory
[root@ bin]#

*Para verificar as exigências na íntegra, consulte a seguinte nota: (Doc ID 1441282.1) .

Além disso, para questão de conhecimento, entre todas as exigências, há um grande rebuliço entre os DBAs para o requisito de  2 GB ou o dobro da RAM para  o espaço de swap, enquanto uns seguem fielmente essa exigência, outros acreditam que se trata de um mito.

Espero ter ajudado,
abraços!!!

Share

You may also like...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.