GPO ( Grupo de Profissionais Oracle )
A maior comunidade Oracle do Brasil !

Home Fóruns Developer,Designer e Discoverer SqlDeveloper erro Oracle Linux 7.5

Visualizando 6 posts - 1 até 6 (de 6 do total)
  • Autor
    Posts
  • #122992
    airoosp
    Participante

    Boa tarde pessoal,

    Estou estudando o Oracle no Linux, e para isso criei VM no notebook usando Virtual Box. Fiz a instalação do Oracle Linux 7.5 e do banco 12.2.0.1.0.

    Acredito que fiz alguma coisa errada pois executei a instalação:

    rpm -ivh jdk-11.0.2_linux-x64_bin.rpm

    Só que na hora de executar o SQL Developer (./sqldeveloper.sh), é solicitado o full pathname de instalação do JDK.

    digitei /usr/java/jdk-11.0.2

    Apareceu um erro informando que é necessária a versão 1.8 do jdk.

    Então fiz a instalação do JDK usando com a linha de comando:
    su -C “yum install java-1.8.0-openjdk”

    Alguém pode me ajudar, passando alguma dica?

    Outra coisa, como estou aprendendo o Linux, vi que alguns comandos que encontrei nos sites não funcionam no Oracle Linux.

    Obrigado.

    Airton

    #123060

    Blz ? Então, só pra conhecimento acredito que vc sabe que poderia ter baixado uma VM completa, já com Oracle 12c e SQL Developer, em https://www.oracle.com/technetwork/community/developer-vm/index.html , certo ?? ENTENDO que vc está instalando na mão para Aprendizado E (principalmente no caso do SQL DEVELOPER) ter uma versão mais atual, o que tem seu mérito, okdoc ….

    Bom, isso comentado, primeira pergunta : a instalação do RDBMS em si foi OK ?? Além da documentação Oracle, ** qual ** guia de instalação vc usou ?? Pergunto isso PORQUE os melhores guias da internet (como https://oracle-base.com/articles/12c/oracle-db-12cr2-installation-on-oracle-linux-6-and-7, por exemplo) não só mostram o necessário pra instalar o RDBMS Oracle mas TAMBÉM mostram o que Deve ser instalado/confgurado no proprio Oracle Linux em si : por exemplo, logo nas telas iniciais de instalação do Linux, se vc não instalar algumas options/libraries determinadas isso PODE levar a problemas mais tarde…

    SE vc instalou correta,mente o OEL e o RDBMS, aí provavelmente vc falhou na instalação/configuração dos pré-requisitos do Oracle SQL DEVELOPER : na própria página onde vc baixa o SQL DEVELOPER (https://www.oracle.com/technetwork/developer-tools/sql-developer/downloads/index.html) tá escrito BEM CLARAMENTE : JDK 8 required….
    Então, seu movimento de querer baixar e usar JDK 11 só pode ser furado, sim….

    Outra coisa, clicando nesse link de ‘JDK 8 required’ nessa página indicada, vc JÁ CAI NA PÁGINA CORRETA de download, que é https://www.oracle.com/technetwork/java/javase/downloads/jdk8-downloads-2133151.html : ** não é ** pra usar esse trem de OpenJDK, é Exigida a JDK oficial da Oracle, e nessa exata versão 8….
    Veja também que nessa página linkada vc tem a opção tanto de baixar um .ZIP quanto de baixar o .RPM que vc instala com o comando RPM : é preferível sempre, em termos de facilidade (E também pra ter certeza Absoluta da versão que vc vai receber), usar Essa opção, e não baixar via yum, sim sim sim ??? No link de documentação do JDK vc acha as instruções para instalação em RPM, que estão em https://www.java.com/pt_BR/download/help/linux_x64rpm_install.xml , mas é basicamente rpm -ivh nomedoarquivorpm …
    NOTAR que vc tem versões de rpm para Linux x86 (32 bits) quanto para Linux x86-64 (64 bits) : use a versão Correta/Adequada pra sua máquina….

    ==> Uma obs final : NO SEU CASO ESPECÍFICO, porém, ao que entendi vc acabou ficando com MÚLTIPLAS e VÁRIAS versões diferentes de JDK : limpe/remova TODAS antes de instalar a versão correta, blz ??

    []s

    Chiappa

    #123061

    Obs adicional importante : SAIBA que embora o kernel Linux seja único, esse kernel PODE ser usado por um integrador para montar DIFERENTES “CONJUNTOS” de Sistema Operacional,as chamadas DISTROS LINUX…. Obviamente, todas as distros aceitam o básico do básico MAS cada distro tem os seus comandos próprios,seus procedimentos próprios de instalação e configuração, suas libraries próprias…. Na prática é quase como se fossem Sistemas Operacionais diferentes mas todos rodando sob uma base comum…

    Não sei que sites vc andou pesquisando E que comandos tentou usar, mas SAIBA que o Oracle Linux é um ** CLONE ** do RED HAT ENTERPRISE, então APENAS e TÃO SOMENTE comandos Específicos pra essa distro é que vão funcionar, okdoc ?? Pelo jeito, vc andou lendo sites sobre Ubuntu, Mint ou outras distros Linux, ÓBVIO que muita coisa não vai servir pro RED HAT ENTERPRISE nem para seus clones Oracle Linux, Centos, e outros….

    []s

    Chiappa

    #124189

    AH, importante : não sei se vc viu o artigo do Williams comentando sobre os cursos DE GRÁTIS que a REDHAT tá proporcionando , em https://www.redhat.com/pt-br/campaign/red-hat-free-courses?fbclid=IwAR3Zm3XTmWJiTvTNfiIahEcKSQevkWlIknrrVbA67Qf_4ja5O99xgZ538Dg ??
    SE vc tá estudando Linux e mais especificamente a distro REDHAT, um curso de Fundamentals na faixa não cai nada mal, né não ??

    []s

    Chiappa

    #128996
    airoosp
    Participante

    Boa tarde Chiappa,

    Tudo beleza? Segui as orientações que você passou e consegui fazer o SQL Developer funcionar.

    Outra coisa, no SQLPLUS vi que caracteres acentuados não aparecem corretamente, por exemplo no momento de executar “grant select on tab1 to scott” aparece a mensagem “Concess?a Bem-Sucedida”.
    Para corrigir, é necessário fazer a configuração da sessão ou usar o arquivo glogin.sql ?

    Obrigado.

    Airton

    #130639

    Tudo jóia ?? Primeiro, sorry por responder só agora, mas só agora via a sua msg…

    Bom, sobre o SQL DEVELOPER sim, colocando os pré-requisitos ele funciona tranquilinho, sim…

    Já sobre o sqlplus, sim : como a Maioria das tools clientes, vc tem que fazer a config da sessão E da própria ferramenta (no caso dele, com as variáveis de ambiente Oracle adequadas, ie, NLS_xxx) MAS você TEM também que configurar o próprio shell de comandos, como é uma ferramenta em MODO TEXTO, o sqlplus depende das tools de codificação/exibição de characterset do shell.. Se fosse Windows isso seria feito via CHCP (vide https://www.profissionaloracle.com.br/forums/topic/acentuacao-oracle/ onde eu dou um exemplo no sqlplus em prompt de comando Windows), no caso do LINUX é o LOCALE (controlado principalmente pela variável NLS_LANG, vide ) , eis um exemplo numa máquina Linux de teste :

    [oracle@localhost ~]$ locale
    LANG=pt_BR.UTF-8
    LC_CTYPE=”pt_BR.UTF-8″
    LC_NUMERIC=”pt_BR.UTF-8″
    LC_TIME=”pt_BR.UTF-8″
    LC_COLLATE=”pt_BR.UTF-8″
    LC_MONETARY=”pt_BR.UTF-8″
    LC_MESSAGES=”pt_BR.UTF-8″
    LC_PAPER=”pt_BR.UTF-8″
    LC_NAME=”pt_BR.UTF-8″
    LC_ADDRESS=”pt_BR.UTF-8″
    LC_TELEPHONE=”pt_BR.UTF-8″
    LC_MEASUREMENT=”pt_BR.UTF-8″
    LC_IDENTIFICATION=”pt_BR.UTF-8″
    LC_ALL=
    [oracle@localhost ~]$

    ==> VEJA que além da língua e território, a CODIFICAÇÂO DE CARACTERES do prompt de comando é controlada aqui, tá vendo aquele COLATE, ali , sim sim ?? Muito bem… O outro ponto CRUCIAL a se notar no Linux é que normalmente se faz acesso ao shell de comandos através de um SOFTWARE DE TERMINAL, e esse SOFTWARE DE TERMINAL ** também ** precisa ter a codificação correta, ok ? No meu caso, eu uso o GNOME TERMINAL nativo da misnha distro Linux, e nele a opção é no menu TERMINAL, opção Set Character Encoding, escolhi Current Locale (UTF-8) : SE vc usa outro software de terminal (PuTTY ? X-term ??), certamente é em OUTRO LOCAL DELE que vc escolhe a Codificação de caracteres….

    UMA VEZ que o shell Linux tá com o LOCALE correto, E teu software de terminal tá OK, basta configurar o sqlplus : como todos os demais programas OCI, o sqlplus usa e respeita as variáveis NLS, no meu caso estão :

    [oracle@localhost ~]$ set | grep -i NLS
    NLS_DATE_FORMAT=’dd/mm/yyyy hh24:mi:ss’
    NLS_LANG=’BRAZILIAN PORTUGUESE_BRAZIL.AL32UTF8′
    [oracle@localhost ~]$

    ===> NO MEU CASO, meu database usa o characterset AL32UTF8, por isso escolhi ele na NLS_LANG : nem preciso dizer, USE O CORRETO aí pro SEU database…. Um exemplo de uso :

    
    SCOTT:@orcl:SQL>create table TAB_TEST_NLS (c1 number, c2 varchar2(200));
    
    Table created.
    
    SCOTT:@orcl:SQL>set lines 1000
    
    SCOTT:@orcl:SQL>get 1
      1  insert into TAB_TEST_NLS values(1, 'À NOITE,VOVÔ MÜLLER VÊ O ÍMÃ CAIR NO PÉ E VOVÓ SÓ PÕE AÇÚCAR NO CHÁ SEM ÂNIMO');
      2  insert into TAB_TEST_NLS values(2, 'à noite,vovô müller vê o ímã cair no pé e vovó só põe açúcar no chá sem ânimo');
      3* commit;
      4  
    SCOTT:@orcl:SQL>@1
    
    1 row created.
    
    1 row created.
    
    Commit complete.
    
    SCOTT:@orcl:SQL>select c1, c2, dump(c2, 1016) from TAB_TEST_NLS;
    
            C1 C2
    ---------- --------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
    DUMP(C2,1016)
    ----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
             1 À NOITE,VOVÔ MÜLLER VÊ O ÍMÃ CAIR NO PÉ E VOVÓ SÓ PÕE AÇÚCAR NO CHÁ SEM ÂNIMO
    Typ=1 Len=91 CharacterSet=AL32UTF8: c3,80,20,4e,4f,49,54,45,2c,56,4f,56,c3,94,20,4d,c3,9c,4c,4c,45,52,20,56,c3,8a,20,4f,20,c3,8d,4d,c3,83,20,43,41,49,52,20,4e,4f,20,50,c3,89,20,45,20,56,4f,56,c3,93,20,53,c3,93,20,50,c3,95,45,20,41,c3,87,c3,9a,43,41,52,20,4e,4f,20,43,48,c3,81,20,53,45,4d,20,c3,82,4e,49,4d,4f
    
             2 à noite,vovô müller vê o ímã cair no pé e vovó só põe açúcar no chá sem ânimo
    Typ=1 Len=91 CharacterSet=AL32UTF8: c3,a0,20,6e,6f,69,74,65,2c,76,6f,76,c3,b4,20,6d,c3,bc,6c,6c,65,72,20,76,c3,aa,20,6f,20,c3,ad,6d,c3,a3,20,63,61,69,72,20,6e,6f,20,70,c3,a9,20,65,20,76,6f,76,c3,b3,20,73,c3,b3,20,70,c3,b5,65,20,61,c3,a7,c3,ba,63,61,72,20,6e,6f,20,63,68,c3,a1,20,73,65,6d,20,c3,a2,6e,69,6d,6f
    
    SCOTT:@orcl:SQL>

    Tá vendo ? Não só foram exibidos Corretamente mas inseridos no banco corretamente, com o CHARACTERSET e a CODIFICAÇÃO corretas, se vc for olhar na tabela de caracteres do AL32UTF8 os caracteres acentuados ficaram com os códigos corretos …. Só no meu caso, vc viu que as mensagens do sqlplus E do banco permaneceram em Inglês, né ? É que ESTE LINUX foi instalado em Inglês e NESSE RDBMS quando da instalação não foi escolhida a lingua PT-BR, não deve ser o seu caso : SE vc fazer as cofidicaões corretas no Linux, no SOFTWARE DE TERMINAL usado E nas vars de ambiente Oracle, tem que funcionar…..

    []s

    Chiappa

Visualizando 6 posts - 1 até 6 (de 6 do total)
  • Você deve fazer login para responder a este tópico.