GPO ( Grupo de Profissionais Oracle )
A maior comunidade Oracle do Brasil !

Oracle compra SUN – O que esperar ?

O fato do ano

A nossa querida Oracle em sua sede de aquisições, adquiriu a SUN Microsystems por $7,4 bilhões e monopolizou mais uma vez a rede de notícias sobre Tecnologia. Na minha opinião este fato não teve nada de surpreendente, aliás, eu já tinha comentado inclusive com alguns participantes do Café com o GPO sobre o porquê da Oracle não ter feito uma oferta à já combalida mãe do Java. A surpresa recaiu sobre o fato de que as negociações com a IBM já estavam praticamente fechadas e ela levaria simplesmente toda a base de desenvolvimento na qual a Oracle aposta firmemente há anos. Não esqueçamos que a nossa querida lenda urbana (como diz o Rodrigo Almeida) chamada Oracle Fusion é baseada em plataforma Java.
Após as negociações esfriarem com a IBM, eu imaginei que esse seria aquele “gap” de negociação existente em aquisições desse porte. O famoso ajuste de valores. Então a grande notícia veio e todos se perguntaram: “A Oracle mudou de idéia ?”. Acredito que a IBM foi apenas um catalisador para aumentar o valor da companhia, pois a SUN com certeza já deveria negociar com a Oracle nos bastidores. O fato do ano é: A Oracle é dona da SUN e de toda a sua extensa linha de produtos.

O quê esperar ?

Antes de fazer algumas especulações sobre o futuro que nos aguarda, gostaria de deixar claro que não me agrada o fato do Java estar na mãos de uma empresa como a Oracle. A IBM em minha humilde opinião seria uma empresa mais “sábia” para lidar com esta plataforma e toda a sua vasta cadeia de usuários e implementadores. O porquê disso ? Primeiro, a IBM tem o Eclipse, IDE gratuita para Java que conquistou a comunidade há muito tempo. Segundo, a Big Blue há anos deixou o estigma de empresa monopolista para se dedicar a mainframes e serviços. Com certeza ela deixaria o Java liberto de pretensões comercial para lucrar em cima dos serviços vendidos. Já a Oracle, assim como a Microsoft, é uma empresa reconhecidamente MONOPOLISTA e deixará qualquer comunidade fora de qualquer decisão em detrimento de apenas uma coisa, LUCRO. Agora se avaliarmos friamente o contexto, talvez esse seja o fato da Oracle estar cada vez mais forte e a SUN ter falido.
Vamos falar um pouco sobre previsões. Darei uma de mãe Dinah da tecnologia.

Java
É a galinha dos ovos de ouro para uma empresa de software. Com o Java nas mãos, a Oracle terá o controle total sobre novas implementações da linguagem. Isso é um grande trunfo quando se fala de uma empresa que tem uma grande gama de produtos e outros tantos vindo nessa plataforma. O que eu não consigo prever é como a comunidade Java reagirá a isso.

Solaris
Esta é a segunda galinha dos ovos de ouro. Durante muito tempo a Oracle manteve parcerias com a SUN. O seu banco de dados rodando em servidores SPARC com Solaris é reconhecidamente uma combinação de sucesso. Em breve ouviremos sobre soluções para ambientes complexos de alta disponibilidade com o Solaris na preferencial.
Eu não descrevi como “OpenSolaris” por que pela minha previsão não sei quanto tempo ainda restará ao “Open” depois dessa aquisição.

Servidores
No pacote a Oracle leva para a casa toda a linha de servidores SUN. O que resta agora a Oracle são duas opções: Se aventurar em um mundo desconhecido a ela, ou vender a divisão de servidores a alguns de seus parceiros (Dell e HP).
Eu sempre afirmei que empresa de software que se aventura em hardware, ou acaba como a SUN ou como a antiga IBM (antes de mudar seu foco para serviço e vender sua divisão de computadores para Lenovo, e excluíndo-se claro a divisão de mainframes ). O que não dá para prever é a ambição da Oracle e no quanto ela acha lucrativo monopolizar a cadeia de implementação de TI (Desenvolvimento,middleware,sistema operacional,banco de dados e hardware). Se ela seguir esse caminho, prevejo a compra da 3COM pela Oracle futuramente ! 🙂

MySQL
Em minhas conversas com diversos profissionais da área, eu ouvi muitas opiniões de qual seria o futuro do MySQL após a compra da SUN. Alguns acham que ele morrerá, outros acham que por enquanto ele terá um plano secundário ou até mesmo inferior a isso em um primeiro momento. Mas eu tenho outra teoria:
Existe um segmento que a Oracle nunca conseguiu muita penetração, o de SMB (Small Medium Business). Com o MySQL ela poderia dar um salto nesse segmento e inclusive embutí-lo em sua oferta de serviços.

OpenOffice
O OpenOffice notadamente se tornou o maior concorrente frente a suite da Microsoft. As possibilidade de utilização vão desde a inclusão em suas aplicações de colaboração, até ao simples fato de incomodar a grande rival. Hobby este de Larry Ellison.

Outros produtos
Existem outros produtos que não foram citados como o GlassFish (Servidor de Aplicação Java) e o Sun Virtual Box (Virtualização). Infelizmente por não conhecê-los bem, assim como a sua participação no mercado de cada um desses segmentos, não posso fazer uma análise. A não ser que eu utilize a ajuda dos búzios ou do tarô, mas não são métodos conhecidos por sua credibilidade.

E a comunidade

Infelizmente para a comunidade Java, acostumada a gritar pela liberdade e a aclamar aos 4 cantos do mundo seu poder sobre a plataforma, este será um dia negro na sua história. A Oracle notadamente não é muito conhecida por apoiar nenhuma manifestação sobre os seus produtos (a não ser que isso derrube o valor de suas ações). Mas eu sei que milagres acontecem !
Já a comunidade Oracle, acostumada aos desmandos do poderoso Oráculo, mas sempre firme em suas posições e tentativas de popularizar o acesso as informações as suas diversas plataformas, agora terá mais uma série de bons produtos para aumentar o leque de atuação dos seus profissionais. Desse jeito em 10 anos, 90% dos profissionais de desenvolvimento, middleware e banco de dados serão Oracle, e 10% SAP. Pelo menos até a Oracle comprá-la 1 ano depois. 🙂

Considerações finais

O texto acima é apenas uma análise bem humorada sobre os fatos que discorrem da compra da SUN pela Oracle. Ela não é universal e nem absoluta, portanto, não se baseie nesses relatos apenas, para formar uma opinião ou para investir na bolsa de valores.
O verdadeiro objetivo é fazer todos refletirem e discutirem sobre este fato, que certamente mudará a maneira como serão investidos e planejados os ambientes de TI nos próximos anos.

Aguardo ansiosamente os comentários de todos.

Share

You may also like...

10 Responses

  1. Márcio de Souza Almeida disse:

    Poxa… você escreveu um texto ótimo antes de eu pensar em escrever alguma coisa, assim fica difícil concorrer, mas farei isso de qualquer maneira… risos…
    Boa a sua análise para o futuro, os grandes engolem ou massacram os pequenos, é e sempre será assim…
    Aos que vivem dos pequenos que são engolidos ou massacrados, só resta se adaptar às mudanças ou se associar ao concorrente…

  2. Antonio Campos disse:

    Ótimo Texto William! Parabéns! Você englobou todo o contexo de uma maneria bastante simples e clara.

    Vamos torcer para que a comunidade Java não sofra tanto como imaginamos…

    Grande Abraço,

  3. Rodrigo disse:

    Fala aew Willians…
    Muito bacana o post… Acho bem interessante discutirmos sobre os novos posicionamentos de mercado das empresas que “geram” nosso trabalho…
    Acredito que post’s como estes dão uma ampla visão de mercado aos participantes do GPO.
    Parabéns aew…
    Grande Abraço.

  4. alphamek disse:

    Will,

    Como sempre o nosso querido amigo Larry Elison brincando com o seu banco imobiliário e seu SimCity particular está monopolizando totalmente o mercado. (Isso para nós profissionais Oracle é bom). =D

    Particularmente, eu adorei a aquisição, pois como técnico, acho que Oracle 10g sobre um Solaris 10 na plataforma 64-Bits SPARC não tem para ninguem. Então, como muitos dizem, os produtos de banco de dados da Oracle aora serão feitos mais intensamente e preparados para as SPARCe SOLARIS, que só terá benefícios.

    E sobre a lenda urbana, eu acho que esse ano vai sair!

    Abraços,
    Rodrigo Almeida

  5. Andre Santos disse:

    Willians

    Gostei do seu texto.
    Também acho que é o “fato do ano”! Engraçado não ter gerado muita discussão no “Oracle_BR” e afins…

    Torço para que, daqui a algum tempo, a comunidade Java diga: “poxa, a gente pensava que seria ruim, mas está melhor do que antes”. Quem sabe, né?
    A Oracle tem, nos últimos tempos, apoiado o “open source”. Creio (espero) que ela faça a burrice de ir contra os anseios da comunidade de desenvolvedores.

    Um ponto que discordo do seu texto: Hardware.
    Acho que a Oracle sabe exatamente o que quer com o hardware de servidores da Sun… soluções integradas. Exemplo: Exadata.
    Só não sei como vai ficar a parceria com a HP, neste produto.

    [ ]’s

  6. Olá Will,

    Parabéns pela abordagem e conteúdo do post. Realmente acho que a aquisição da Sun pela Oracle não irá agradar à todos em um primeiro momento, isso até ela sinalizar claramente suas reais intenções com o Java, o Solaris, o MySQL, entre outros …

    Não acredito que a Oracle transforme de algum jeito o MySQL em um banco de dados concorrente com o próprio Oracle, mas que o mesmo poderá se transformar em um grande trunfo frente à outros DBMS do mercado (PostgreSQL, Firebird, etc…), isso com certeza ocorrerá …

    Agora fico pensando o que será do Oracle Express Edititon … Já em relação ao VirtualBox, uso o mesmo e posso dizer que é formidável, então espero que a Oracle não o deixe em segundo plano em virtude do Oracle VM.

    Abraços e até mais …

    Legatti

  7. Leonardo disse:

    Olá Willians, parabens pelo blog. Fiz uma pesquisa no site da oracle e encontrei alguns endereços que parecem indicar para novos canais da oracle com a comunidade: http://oss.oracle.com/ , http://www.oracle.com/community/index.html e http://www.oracle.com/blogs/index.html . Parece que depois da compra da Sun , estes endereços vão fazer parte da comunicação.
    abraço, Leonardo.

  8. Márcio disse:

    Caro colega:

    Gostaria de opinar sobre o seguinte:

    a – a Oracle já tem a sua própria distribuição Linux e esta pode ser utilizada gratuitamente;

    b – o JDeveloper também é gratuito, além de ser uma ferramenta muito integrada com os produtos da Oracle;

    c – duvido que o MySQL seja relacional (vide as 64 regras); há pouco tempo, o mesmo nem tinha chave estrangeira. Eu preferiria que a Oracle nos garantisse mais alguns GB’s no XE;

    d – A IBM só não é monopolista porque fracassou neste ínterim, e não porque decidiu o contrário. Lembre-se do OS/2 e demais produtos da mesma.

    No mais;

    Um grande abraço.

  9. […] Passadas algumas semanas após a tão comentada aquisição da SUN pela Oracle, alguns movimentos e  informações já surgem do limbo e mostram as verdadeiras intenções do Oráculo sobre essa fusão. A divisão de hardware da SUN (única não deficitária) foi uma das que mais gerou especulações (tanto quanto sobre a linguagem Java)  e ansiedade por parte das empresas desse segmento. Eu tinha  dito o seguinte no artigo anterior: No pacote a Oracle leva para a casa toda a linha de servidores SUN. O que resta agora a Oracle são duas opções: Se aventurar em um mundo desconhecido a ela, ou vender a divisão de servidores a alguns de seus parceiros (Dell e HP). Você pode conferir o artigo completo aqui. […]

  10. […] como eu afirmei no primeiro post sobre este assunto. Essa fusão mudará a maneira como serão investidos os recursos em TI dos […]

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *