GPO ( Grupo de Profissionais Oracle )
A maior comunidade Oracle do Brasil !

Tablespace Feudal

Olá,

Vamos a mais um tema para complementarmos nosso conhecimento no Mundo dos Negócios com a Tecnologia. Agora vou falar um pouco sobre Tablespaces, entender como ela funciona assim como entender como o Oracle trabalha ajuda muito a Desenvolver queries mais inteligentes e como compreender também o mundo dos Negócios também. Parece meio estranho, mas vamos formando uma base bastante sólida sobre os assuntos já tratados e com isso aumentando nossa visão sobre como funciona o pensamento dos Gerentes e Diretores de muitas empresas.

O que é uma Tablespace afinal? Bom, deixem-me explicar em termos simples alguns pontos que são importantes para compreender a Tablespace.

Quando você cria um datafile, o Oracle faz uma solicitação para Sistema Operacional para criar um arquivo com o nome que você informou no caminho que informou e no tamanho que você solicitou também. Depois disso, o Oracle “formata” este arquivo em pequenos blocos dando-lhes endereços físicos, estes blocos (db_block_size) terão o tamanho que for configurado na criação do Database. Como associamos então os objetos ou dados a um datafile. Utilizando uma tablespace que serve de elo com o proprietário (owner) dos dados/objetos e com os datafiles. Porém o gerenciamento das tablespaces é mais simples, pois eles criam regras para as tabelas e dados dos proprietários que facilitam a administração.

Se colocarmos agora em termos Históricos, temos os Feudos (depois falarei dos Senhores Feudais). O que são Feudos? “Um feudo era a terra outorgada por um suserano ao vassalo, em troca de fidelidade e ajuda militar.” Ora, nada mais parecido com uma tablespace pois a terra outorgada seria o Espaço em Disco fornecido pelo Sistema Operacional (suserano) ao Owner (vassalo) do Banco em troca de fidelidade (não saia do Oracle!) e ajuda militar (ok, vamos a guerra…).

Esse padrão se repete também no meio Empresarial. Imagine os Departamentos como Feudos, pois foram “outorgados” por um Presidente/Proprietário (suserano) ao Gerente (Vassalo) em troca de fidelidade (nem sempre uma verdade). Bom, neste ponto acho que ficou claro a função de todos (o restante) na sociedade Feudal. Servos.

Aqui acontece um fenômeno da interpretação errônea por parte do Clero (aqueles Gerentes que mais rezam por uma oportunidade do que trabalham para isso…). O Senhor Feudal é o Dono da Empresa!!! o Suserano, mas alguns Gerentes (Vassalos) controlam seus Feudos como se fossem os Senhores Feudais. Gerentes que agem como se a Empresa fosse deles… Isso não é necessariamente ruim, o porém é que as intenções não são as mais nobres…e nomeiam bajuladores como vassalos para outras funções, que na verdade deveriam ser deles mesmo… Com isso surgem as guerras, exatamente como na época Feudal, entre departamentos, brigas de egos ou poder ou mais espaço físico ou social.

Mas voltando ao Oracle, não crie Tablespaces Feudais para os Senhores Feudais errados. Muito menos crie brigas por espaço (Quota) ou poder (Grant DBA) use sempre o bom senso.

Abraços

Share

You may also like...

1 Response

  1. Diego disse:

    e o que era tablespace mesmo…? De história vc está bem.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.